• Karolina Vieira

Tempo de tela pode atrasar fala de crianças e deixar pais mais estressados

Exposição sedentária às telas influencia na intenção de diálogo e na fluência da fala, além de aumentar o contato com anúncios e pedidos de consumo, deixando pais frustrados e estressados


“Eu sei que errei e acabei liberando muito cedo o uso das telas”. Essa é a frase dos pais modernos que mais tem se repetido no consultório da fonoaudióloga e diretora da FonoBabyKids, Daniella de Pádua Sales Brom. Ela tem recebido casais cada vez mais pais preocupados com o desenvolvimento das crianças e alerta que o tempo de tela pode ser um dos vilões para que as crianças demorem a desenvolver a fala.


“Por exemplo, quando colocada em frente à tela, a criança come mais rápido e sem reclamar porque não presta atenção no que está comendo. Para os pais com horários corridos, o momento da refeição é mais rápido, mas isso impacta diretamente no desenvolvimento da fala da criança, no desempenho da fluência e na intenção do diálogo porque a comunicação é uma via de mão dupla, mas nas telas é uma via de mão única”, explica Daniella.


(Para receber o release completo, entre em contato)

0 visualização0 comentário

Quer conhecer a #EstratégiaPlena?

Fale com a gente pelo Whataspp

  • Facebook Plena Estratégias Criativas
  • Instagram Plena Estratégias Criativas
  • Pinterest Plena Estratégias Criativas